Coluna Sorocaba. Palmilhas posturais Sorocaba, RPG, terapia manual e diversos outros tratamentos para dor. Ligue: (15) 9 9125-9191.

Contato

Quais são os tratamentos para coluna?

Publicado em ColunaSeja o primeiro a comentar

Dores nas costas, dor lombar, dor ciática, torcicolo, travei a coluna e agora? Essas expressões estão mais comuns a cada dia e quase todas as pessoas já ouviram falar, ou até mesmo já repetiram algumas dessas frases e sempre surge a mesma dúvida: o que fazer, qual o melhor tratamento para o meu problema?

Independente do problema ou patologia que você apresente, existem três tipos de tratamentos que você, juntamente do seu médico ou fisioterapeuta, deverão escolher: o tratamento medicamentoso, o tratamento conservador e o tratamento citúrgico.

Tratamento Medicamentoso: indicados exclusivamente por médicos, os remédios utilizados no tratamento das disfunções da coluna tem por objetivo o controle e diminuição da dor, são os analgésicos; porém, pode-se diminuir a dor através de antiinflamatórios e relaxantes musculares, ou a combinação destes e até mesmo anti depressivos. É importante ressaltar que somente o médico deve fazer a prescrição de tais medicamentos, sua dosagem e período de uso.

Tratamento Fisioterápico: frequentemente recomendado antes de se tentar as intervensões cirúrgicas, neste tipo de tratamento são utilizadas técnicas como terapias manuais para restabelecimento da função e correção da postura, eletrotermofototerapia para redução de dor, correção das disfunções da pisada e compensações através de palmilhas, hidroterapia, acupuntura e após a fase dolorosa, pilates e RPG (Reeducação Postural Global). São realizadas também orientações para mudança de hábitos posturais para prevenção de problemas futuros.

Tratamento Cirúrgico: geralmente recomendado quando o tratamento medicamentoso ou o tratamento fisioterápico já não são eficazes. Como toda cirurgia, deve ser indicado pelo médico e muito bem avaliado com o paciente, pois possui algumas restrições e os riscos podem ser desfavoráveis. Existem vários tipos de cirurgias, que variam de acordo com a patologia, como por exemplo a artrodese, a discectomia etc, podem ser por instrumentos ou minimamente invasivas.

O objetivo do tratamento, seja ele qual for, deve ser sempre a eliminação da dor e o restabelecimento de suas funções, com qualidade de vida e retorno às atividades.

O que pode ser dor nas costas ao ficar muito sentado?

Publicado em ColunaSeja o primeiro a comentar

Sentir dor nas costas é um problema que atinge uma parcela muito grande da população.
A posição sentada é a mais freqüente entre a maioria das pessoas nas atividades profissionais, domésticas e no lazer.
Pessoas que passam longos períodos sentadas sofrem mais de dor nas costas do que pessoas que se movimentam mais.

Segundo um estudo publicado no American College of Cardiology, ficar na mesma posição por mais de cinco horas pode aumentar a probabilidade de infarto e acidente vascular cerebral (AVC), mesmo em quem pratica atividade física regularmente. O artigo ainda revela que os riscos são maiores para as mulheres.

Por isso, a cada duas horas é importante se movimentar.

Mas o que pode ser a sua dor nas costas?

  • Hernia de disco – O disco vertebral é uma estrutura que serve para evitar o contato direto entre uma vértebra e outra, e amortecer o impacto gerado pelos saltos, por exemplo. Assim, uma lesão discal prejudica a função do próprio disco vertebral e ainda pressionam outras estruturas importantes da coluna, como a raiz nervosa ou a medula espinhal – por isso a dor.
  • Degeneração do disco – Condição em que os discos entre as vértebras perdem o amortecimento, se fragmentam e geram problemas relacionados ao envelhecimento.
    Em alguns casos, a coluna perde a flexibilidade e os esporões ósseos podem comprimir uma raiz nervosa, causando dor ou fraqueza.
  • Doenças degenerativas da coluna – Com o avanço da idade são observados a desidratação e o ressecamento do disco intervertebral. À medida que a degeneração progride, o disco intervertebral diminui em altura, as fibras anelares projetam-se e as bordas das extremidades cartilaginosas fraturam-se. A principal conseqüência do processo degenerativo discal é a incapacidade para a absorção de impactos, desencadeando instabilidade da coluna lombar.
  • Ciatalgia – Dor que irradia ao longo do nervo ciático, que desce por uma ou ambas as pernas a partir da lombar.
    A causa costuma ser quando uma hérnia de disco ou um esporão na coluna pressionam o nervo.
    A dor tem origem na coluna e se irradia para a parte traseira da perna. A ciática geralmente afeta apenas um lado do corpo.
  • Contratura – ocorre quando o músculo contrai de maneira incorreta e não volta ao seu estado normal de relaxamento. A zona afetada pode estar volumosa, dolorida e/ou impedindo a correta mobilidade. Podem ocorrer depois de praticar um exercício muito forte, uma noite mal dormida ou por tensão no corpo causada pelo excesso de estresse e de preocupações.
  • Bico de papagaio – Devido ao envelhecimento e as más posturas ao longo dos anos acontecem desgastes no disco intervertebral que fazem as vértebras se aproximarem muito, levando a formação de novas estruturas ósseas que se formam nas bordas das vértebras. Estas novas estruturas são cientificamente chamadas osteófitos e são uma forma do corpo tentar se defender. Este problema é mais comum partir dos 45 anos devido ao desgaste dos discos da coluna vertebral que ocorre com o envelhecimento. Além disso, é mais frequente quando se tem excesso de peso, não se pratica atividade física nem nunca praticou e já se sofreu traumas na coluna ou se tem uma doença reumática.
  • Hiperlordose – A hiperlordose lombar é caracterizada como uma acentuação da curvatura lombar, deixando a pessoa com o bumbum empinado. Pode ser hereditária ou causada por doenças como artrite, distrofia muscular e nanismo.
  • Escoliose – A coluna vertebral vista por trás deve ser reta, alinhada. O encurvamento da coluna vertebral é característico da escoliose. A coluna chega a se torcer para os lados, para frente e para trás e em volta do seu próprio eixo. Dependendo do grau de torção, a escoliose pode ser classificada com menor ou maior gravidade.
  • Retificação da lombar – A coluna tem curvaturas desenvolvidas na infância que servem para absorver melhor o impacto e a força da gravidade quando estamos em pé. Quando sentamos relaxados sem o cuidado de manter a coluna ereta, nós não só retificamos, como invertemos a curvatura da coluna lombar, aumentando a carga imposta nos discos intervertebrais.

RPG a verdadeira correção postural

Publicado em RPGSeja o primeiro a comentar

A técnica de Reeducação Postural Global, mais conhecida por sua sigla RPG, é um dos métodos mais eficazes na correção postural.

Atuando na conscientização do indivíduo sobre seu próprio corpo, promove uma reeducação da postura através do realinhamento estrutural e muscular.
Durante a sessão o paciente é induzido a ficar em posturas específicas que alongam os músculos e reposicionam a coluna e quadris, permitindo nova percepção corporal, desta vez com o corpo posicionado de forma correta e alinhado.

Quanto mais cedo se começa o tratamento, melhores serão os resultados; crianças e adolescentes que precisam trabalhar a postura e consciência corporal devem recorrer a este método.
Não só a melhora da postura é o objetivo principal desta técnica, quem trabalha muito tempo na mesma posição ou fazendo movimentos repetitivos também se beneficiará com a RPG, através do relaxamento muscular e diminuição das dores.

Para aqueles que têm problemas respiratórios, a RPG faz um trabalho específico de reeducação respiratória e liberação do diafragma, o principal músculo da respiração.
Não perca tempo, melhore sua postura e diminua as dores incômodas com a RPG.

A importância da postura no trabalho

Publicado em RPGSeja o primeiro a comentar

Quem trabalha horas e horas na mesma posição, precisa tomar cuidado com a postura para não lesionar a coluna ou articulações e evitar futuras dores. Sendo assim, reunimos dicas de especialistas para que você se cuide durante o horário de trabalho e mantenha o seu corpo saudável e livre de complicações ortopédicas.

Evite dores e lesões mantendo a postura correta sempre

Um dos primeiros passos a se tomar é iniciar uma rotina de exercícios físicos caso você ainda não pratique. A atividade física é grande aliada na conquista da educação postural correta e pode contribuir imensamente para sua saúde.

Algumas das atividades que são benéficas para a postura são o pilates, a hidroterapia e o RPG. Sendo que, o RPG (Reeducação Postural Global) se trata de exercícios específicos para a correção da postura.

Outro ponto que deve ser levado em consideração é a sua postura nas atividades do dia-a-dia, como lavar louças, dormir e levantar objetos. Cuidar da postura apenas no trabalho não adiantará se em casa sua postura não for correta. Por isso, tente manter sempre sua coluna ereta durante a execução das atividades diárias.

No trabalho, é preciso analisar e estar sempre atenta à postura que você fica enquanto faz suas tarefas. Como passamos muito tempo no trabalho e geralmente na mesma posição sempre, a atenção deve ser redobrada.

Quem passa longos períodos em uma cadeira, deve se levantar de vez em quando e dar uma volta pela sala para mudar um pouco de posição e melhorar a circulação sanguínea nas pernas. Além disso, aconselha-se alongamentos diários, especialmente antes de iniciar a jornada de trabalho.

Quanto à ergonomia do seu local de trabalho, é necessário avaliar em que condições você exerce sua profissão. É importante analisar, por exemplo, se a altura da cadeira de trabalho está de acordo com a altura da mesa e posição dos seus equipamentos de trabalho.

Porém, cada profissão exige equipamentos diferentes e cada local de trabalho tem seus detalhes e peculiaridades, sendo assim, o ideal seria contratar um serviço de consultoria para avaliar as condições ergonômicas que a empresa oferece aos seus funcionários. Desta forma, é possível corrigir erros que vão evitar que você lesione sua coluna e tenha dores no futuro.

Alguma empresas disponibilizam, ainda, manuais de como se posicionar para fazer seu trabalho e estas regras devem ser seguidas para que você não sofra trabalhando na posição errada. Lembre-se também que a legislação de trabalho garante que o funcionário deve trabalhar em condições seguras para sua saúde. Portanto você tem todo o direito de exigir melhores condições.

Entretanto, nenhuma condição de trabalho será favorável se não houver policiamento de sua parte quanto à sua postura e também muita disciplina para corrigir velhos costumes prejudiciais, como ficar torta ao utilizar o computador. Portanto, se cuide!

Fonte: Dicas de mulher

RPG diminui dores e melhora a qualidade de vida

Publicado em RPGSeja o primeiro a comentar

O número de pessoas que possuem dores nas costas é alto. Estima-se que entre 60% e 80% da população mundial acima de 30 anos sofra desse mal.

“A Lombalgia pode ser definida como qualquer dor, com ou sem perda de mobilidade, que acomete da região lombar até a prega glútea. Quando existe uma irradiação dessa dor para as pernas, ela passa a se chamar Lombociatalgia, porque nesses casos o nervo ciático está envolvido.”, diz o fisioterapeuta especializado, Dr. Evaldo D. Bósio Filho.

É possível que a dor seja acompanhada de déficit motor e/ou sensitivo – perda de movimentos e sensibilidade, podendo haver pinçamento do nervo ciático. Esses sintomas são diagnosticados, na maioria das vezes, em pessoas que mantêm a postura inadequada no seu dia a dia, carregam muito peso em bolsas e mochilas e/ou estão acima do peso.

Ainda há problemas como tensões dos músculos das costas, desequilíbrio da musculatura abdominal, quedas e traumas sobre a região lombar e hérnias de disco.

O diagnóstico das dores nas costas, segundo o especialista, é feito por meio de uma avaliação bem elaborada, que conta com exames de imagem (Raio X e Ressonância Magnética) e questionamentos a fim de identificar o tipo da dor, como ela acontece, que momento do dia ela ocorre e com qual gravidade e freqüência ela aparece.

O acompanhamento de um profissional especializado é fundamental, por conta dos exercícios e tratamentos que serão aplicados. “O fisioterapeuta trabalha com o reequilíbrio muscular, por meio de alongamentos e fortalecimentos musculares que devem acontecer de forma progressiva, sem acarretar novas dores ao paciente. A Reeducação Postural Global (RPG) também é uma grande aliada no tratamento”, afirma o Fisioterapeuta.

A Reeducação Postural Global, ou RPG, é uma técnica de Fisioterapia desenvolvida para o tratamento das dores que têm origem em desvios posturais e, acredite, é uma ótima alternativa para quem quer mais qualidade de vida. A técnica desenvolvida na França no início da década de 80, pelo terapeuta Philippe Souchard, a RPG ameniza desde dores cervicais e lombares até problemas posturais e respiratórios.

“Os principais objetivos são prevenir e combater dores relacionadas à má postura e, de forma harmoniosa, dar uma nova conscientização postural, corrigindo as alterações e melhorando a qualidade de vida do paciente”, explica o fisioterapeuta e membro da Sociedade Brasileira de RPG Dr. Evaldo D. Bósio Filho.

“Estima-se que entre 60% e 80% da população mundial acima de 30 anos sofra com dores nas costas.”
O tratamento é totalmente livre de medicamentos e realizado apenas com trabalhos respiratórios, posturais e alongamentos. As sessões individuais duram cerca de uma hora e são semanais.

Inicialmente, são realizadas dez sessões; depois é feita uma reavaliação do paciente, com o intuito de definir se existe a necessidade de continuar o tratamento. “Temos pacientes fazendo trabalhos de RPG há anos por se sentirem bem com a aplicação da técnica”, afirma o Dr. Evaldo.

“Outros estão fazendo trabalho de prevenção e alguns usam a RPG como uma atividade para o bem estar e qualidade de vida”.

Para quem sofre com a consequência que a má postura causa, eis uma excelente dica.

Para os que só prezam o bem estar e preferem prevenir a remediar, a RPG também pode ser uma ótima pedida. Quer experimentar?

Fonte: Minha Vida

RPG faz bem mais do que corrigir a postura

Publicado em RPGSeja o primeiro a comentar

Se você treinar o olhar, logo percebe: o desvio de postura atrapalha a rotina de dez entre dez pessoas. Mas não ache que isso é motivo para dar de ombros e não ligar para a sua coluna, ao contrário. “Uma sessão de RPG (reeducação postural global) pode revelar vícios de postura que, se ainda não provocam nenhum problema, podem incomodar bastante mais tarde”, afirma a fisioterapeuta Rik Yanada, especialista em RPG do Hospital São Luiz.

Apesar de agir nos casos em que há dor, o RPG é especialmente indicado na correção postural que ainda não chega a atrapalhar a rotina. “Nosso trabalho faz o cérebro repensar os ajustes a que ele está condicionado. Podemos começar com duas sessões por semana até que uma só por mês torna-se suficiente”, diz Rik.

Mas, assim como a fisioterapia tradicional, o RPG não trabalha apenas com dores nas costas. “O RPG ajuda o corpo a se livrar da tensão acumulada por problemas emocionais, ajusta o desequilíbrio muscular que incomoda os pacientes com labirintite, melhorando a sensação de vertigem e de tontura e até age no alívio de casos de cefaléia”, afirma a fisioterapeuta especializada na técnica. Corrigindo a postura e aliviando a tensão acumulada nos ombros, por exemplo, as dores de cabeça tendem a diminuir.

A fisioterapia tradicional também apresenta uma série de aplicações que vão além dos cuidados após alguma lesão ou o combate dos sintomas de lesões por esforço repetitivo. “Sessões de fisioterapia podem facilitar o trabalho de parto normal, exercitando os músculos do períneo ao longo da gravidez”, afirma André Costa, chefe da fisioterapia da unidade Morumbi do Hospital São Luiz. A respiração também é trabalhada nas sessões, ajudando a mãe a sentir menos desconforto na hora do nascimento do bebê.

O estímulo dos músculos do períneo também ajuda pacientes que sofrem com a incontinência urinária. “O problema, que causa vergonha, praticamente desaparece com sessões de fisioterapia”, afirma o especialista. No tratamento de problemas pulmonares, esse tipo de acompanhamento faz diferença. André conta que algumas manobras realizadas pelo fisioterapeuta ajudam a limpar a secreção acumulada nos pulmões, acelerando a recuperação. “É uma espécie de massagem, que favorece a eliminação do muco. Nos pacientes mais graves, podemos usar sondas para melhorar os resultados. Mas, muitas vezes, somente as manobras no tórax são suficientes”.

Postura alinhada

A fisioterapia tradicional também é aliada da boa postura. Mas, segundo André, ela não é a mais indicada quando o problema não chega a causar incômodo. “O alongamento e fortalecimento dos músculos, conforme trabalhamos, é mais indicado quando há dor ou lesão instalada”, afirma. As sessões preventivas, realizadas no ambiente de trabalho, também são uma alternativa em que o método convencional traz respostas positivas, prevenindo dores nas costas e inflamações como a tendinite. A postura desalinhada, segundo ele, tem no RPG um método de correção mais eficiente.

“Quando o paciente está com dor, no entanto, as técnicas tradicionais são muito eficazes. Num caso de inflamação, por exemplo, os aparelhos de eletro-estimulação fazem com que o desconforto desapareça e o paciente realize os movimentos normalmente, acelerando os tratamentos”, diz. “Não é que dispensamos os medicamentos, muitas vezes as terapias precisam ser feitas em conjunto; mas é comum encontrar situações em que os próprios médicos recomendam a reabilitação do corpo somente a partir da fisioterapia, com exercícios e aparelhos capazes de devolver a qualidade de vida ao paciente”.

Fonte: Minha Vida

Coluna Vertebral – Hipercifose: O que é e como tratar?

Publicado em ColunaSeja o primeiro a comentar

A cifose, vulgarmente chamada de corcundez (a pessoa afetada sendo popularmente chamada de “corcunda”), é definida como um aumento anormal da convexividade anterior da coluna vertebral, sendo as causas mais importantes dessa deformidade, a má postura e o condicionamento físico insuficiente.

A coluna saudável

A Coluna Vertebral é formada por quatro curvas fisiológicas: lordose cervical, cifose torácica e lordose lombar e cifose sacral.

Hipercifose

A hipercifose é a curvatura aumentada da região torácica. Seus tipos podem ser flexível (muscular) ou rígida (estrutural).

Veja algumas dicas para combater a hipercifose:

Nado de Costas
Embora a natação seja válida como atividade aeróbica, é a modalidade do nado de costas que irá trabalhar os músculos de maneira altamente eficiente. Com a movimentação dos braços para empurrar o corpo para frente, a pessoa alonga toda a cadeia de músculos anteriores, ou seja, os peitorais, e fortalece os músculos das costas. Isso contribui para uma postura melhor.

Remo
Assim como o nado de costas, a força realizada para puxar a água fortalece os músculos peitorais e coloca os ombros no lugar. O remo também é muito indicado por estimular a resistência física, melhorar a flexibilidade e oferecer baixo risco de lesões.

Flexões
Esse exercício, ao contrário do que muitos pensam, não trabalha apenas os braços. Segundo Marco Franzoi, ao elevar o corpo apoiado nos braços, a musculatura superior também é trabalhada. Isso é importante para portadores da cifose dorsal aumentada, já que a correção da postura depende de um bom trabalho da musculatura anterior.

RPG – Reeducação Postural
A Reeducação Postural Global (RPG) é uma das técnicas mais indicadas para quem tem hipercifose, já que ela, como o próprio nome indica, realiza um trabalho progressivo de reeducação da postura.

O acompanhamento de um profissional da área é fundamental, que poderá indicar exercícios a serem feitos, inclusive, em casa.

Pilates
Esse método também funcionará como uma reestruturação postural, assim como o RPG. No entanto, o diferencial do pilates é o ganho da consciência corporal – fundamental para o processo de alinhamento da coluna.
Existem muitos exercícios voltados à melhoria da hipercifose, como um que utiliza um bastão. Em todos eles, o objetivo é alongar a musculatura do peito e fortalecer a das costas.

O diferencial do pilates é o desenvolvimento da consciência corporal. Ela é conseguida por meio dos exercícios, sempre realizados com calma, de modo que o aluno perceba bem o movimento realizado. É essa consciência que ajudará quem sofre de hipercifose a alinhar sua coluna.

Espreguiçar-se
O ato de se espreguiçar já é relaxante e prazeroso. Quem sofre de hipercifose pode abusar ainda mais desse movimento. Como, em geral, quem tem a cifose dorsal aumentada tem os músculos das costas mais retraídos, espreguiçar-se ajuda a alongá-los.

Erros na hora de correr podem causar lombalgia

Publicado em ColunaSeja o primeiro a comentar

O número de pessoas que pratica corridas de rua no Brasil vêm aumentando ano a ano. Até o início desta década, eram menos de 100 provas anuais. Atualmente, são mais de 600 corridas todos os anos. Estima-se que existam no país mais de quatro milhões de corredores, sendo que pelo menos 300 mil disputam corridas de rua.

A corrida é um esporte que não exige habilidade específica, como outras modalidades, por isso qualquer um, teoricamente, pode iniciar treinos de corrida, ou até mesmo participar de uma prova.

Entretanto, é preciso ter boas condições de saúde e um preparo físico necessário para iniciar a corrida, como também qualquer tipo de atividade física.

É preciso ter boas condições de saúde e um preparo físico necessário para iniciar a corrida.

A lombalgia (dor coluna lombar) é uma das principais queixas entre os corredores. A corrida é uma atividade física que depende da ação da musculatura do tronco para mantê-lo dentro de uma postura correta durante um longo período de tempo. A coluna lombar funciona como ponte de que transmite forças entre os membros inferiores e o tronco, fazendo movimentos básicos de flexão, extensão e rotação.

Por isso a dor ocorre por um problema mecânico. Os músculos não estão suficientemente alongados para permitir uma amplitude total de movimentos do tronco e quadril, e, dessa forma, sofrem mínimas lesões por estiramento durante posturas inadequadas ou movimentos bruscos, resultando em uma resposta de espasmo muscular.

Vários fatores contribuem para o surgimento da lombalgia mecânica em corredores, como o desequilíbrio das forças entre os grupos musculares flexores e extensores do tronco; cargas repetidas ou excessivas na coluna lombar; vícios de postura durante a corrida; menor flexibilidade nos grupos musculares do tronco e membros inferiores; intervalos curtos de descanso entre treinos; fadiga muscular; aumento do treinamento; além de treino em pisos rígidos e tênis inadequado.

Prevenção

A prevenção das lombalgias se dá através de exercícios de alongamento que devem ser feitos de forma contínua e progressiva, sem sobressaltos, até o limite da dor, quando o atleta deve permanecer na posição alongada durante 20 a 30 segundos, preferencialmente sentado e trabalhando tanto os músculos dos membros superiores quanto inferiores.

Os exercícios de fortalecimento devem envolver a musculatura paravertebral, pélvica como também toda musculatura abdominal (musculatura do CORE). Estes exercícios, são importantíssimos para a proteção da coluna, além disso, o excesso de peso na região abdominal é outra causa na ocorrência das lombalgias, pois muda o centro de gravidade do corpo, exercendo sobrecarga constante sobre a lombar e facilitando o surgimento de lesões, principalmente nas atividades de impacto como a corrida. Se suas dores forem persistentes, deverá procurar seu médico.

Fonte: http://www.minhavida.com.br/fitness/materias/13085-erros-na-hora-de-correr-podem-causar-lombalgia

Dra. Carla Odoni

Rua Eulália Silva, 138 - 3º Andar - Sala 6 - Sorocaba – SP

Ligue agora:

(15) 9 9125-9191